A História de Breno França Sidoti no ciclismo

Iniciou a prática do ciclismo em 1995 na cidade de Cruzeiro-SP onde nasceu, por intermédio dos irmãos (Marcelo, 32 e Giuliano, 29) que já competiam as provas da região. Começou a treinar e já demonstrava um grande talento, naquela época já diziam que aquele garoto tinha um grande futuro no ciclismo.

Competiu as provas da Liga Vale Paraibana de Ciclismo, nas categorias de base (Juvenil e Júnior), não tinha patrocínio e sim o “Pai trocínio” onde seu pai o ajudava com as despesas. Em 1999 entrou para a Escolinha de Ciclismo de São José dos Campos, a sua primeira equipe e foi onde venceu o Campeonato Brasileiro de Resistência na categoria Juvenil seu primeiro título nacional da carreira.

Breno começou a se destacar e logo começou a receber propostas, no ano de 2000 foi para a equipe São Caetano /Pirelli, uma equipe de porte e renome, onde recebeu sua primeira remuneração no esporte e assim conseguiu comprar sua primeira bicicleta. No mesmo ano participou do Campeonato Pan-americano de ciclismo na categoria júnior e conquistou a medalha de ouro na prova por pontos, seu primeiro título internacional.

No ano de 2001 não seria uma ano bom para o ciclista, foi quando sofreu um acidente onde um automóvel o atropelou fraturando a perna esquerda. Foram quatro operações e quatro meses de recuperação para o seu regresso ao esporte.

Permaneceu na equipe de São Caetano até 2003, foi quando Breno integrou a equipe de São José dos Campos a antiga Pedal Bike Shop/Circuit/Fadenp que hoje se tornou a Scott/Fadenp/Marcondes César a melhor e mais estruturada equipe do Brasil, onde o atleta completará sua terceira temporada.

Com isso o atleta evoluiu e conseguiu grandes conquistas como a participação dos Jogos Pan-americanos de Santo Domingo em 2003, a 3ª colocação na Volta Internacional de São Paulo em 2004, a conquista da Copa Pa-americana de Ciclismo em 2005 e foi nomeado a grande revelação e promessa do ciclismo nacional brasileiro.

Para o futuro o jovem talento deixa a sua terá natal para o começo de uma nova jornada e realização de um sonho, competir por uma equipe no exterior; e 2006 o ciclista vai para a equipe italiana Team 2000 Marchiol Ima Famila Site Elca (mais conhecida como equipe IMA) buscando realizar seus objetivos e sonhos, dando inicio a uma nova etapa de sua carreira e que sabem o começo de um futuro promissor.

Essa é um pequeno relato de uma carreira promissora e um pequeno resumo da carreira de ciclista para Breno Sidoti, que sempre foi marcada por grandes vitórias e para 2006 desejamos que continue assim.