-


 
   


Motorista que atropelou ciclista tinha bebido e dirigia em zigue-zague, dizem testemunhas




O motorista Alex Siwek, 22, que atropelou um ciclista na manhã deste domingo (10) na avenida Paulista, chega ao 78º DP, nos Jardins, na zona oeste da capital. O ciclista teve o braço amputado pelo veículo que o atropelou Nelson Antoine.

O motorista que atropelou um ciclista na avenida Paulista, região central de São Paulo, na manhã deste domingo (10), tinha ingerido bebida alcoólica e trafegava em velocidade incompatível com a via, dirigindo em zigue-zague, segundo testemunhas.

O cliclista David Santos de Souza, 21, teve o braço decepado no acidente. O motorista, o estudante de psicologia Alex Siwek, 22, fugiu sem prestar socorro e, depois, jogou o braço da vítima em um córrego da zona sul.

De acordo com Luiz Francisco Segantin Junior, delegado-assistente do 78º DP (Jardins), que investiga o caso, um amigo do motorista --que estava no carro-- contou que eles tinham ido à casa noturna Josephine, no Itaim Bibi (zona sul), onde beberam.

"O consumo de bebida alcoólica foi confirmado pela pessoa que estava com ele. Mas não posso dizer que ele estava embriagado." Segundo o delegado, Siwek se recusou a fazer o teste do bafômetro.

"Todas as pessoas que tiveram contato com o autor dos fatos, inclusive PMs que atenderam a ocorrência, disseram que ele aparentava embriaguez", completou Segantin Junior.

"Testemunhas também disseram que ele fazia zigue-zague pela Paulista. Ele entrava e saía da faixa reservada para os ciclistas, que já estava separada por cones, e chegou a derrubar alguns." De acordo com o delegado, imagens de vídeo já foram solicitadas à CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).