Paralimpíadas: Comitê Paralímpico rebate campanha para bicicleta a para atleta

 
   

 

O Comitê Paralímpico Brasileiro(CPB) entrou em contato com o Terra para esclarecer uma notíocia, publicada no dia 21, sobre uma campanha na internet para a compra de uma bicicletacom mais tecnologia para o atleta João Schwindt disputar a prova do contrarrelógio na Paralimpíada de Londres.

Veja o comunicado na íntegra:

O Comitê Paralímpico Brasileiro esclarece que o atleta João Schwindt, que representará o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Londres no Ciclismo, em momento algum solicitou uma bicicleta para disputar as provas de contra relógio ou fez menção que seu equipamento não estaria apto para competir. João solicitou ao CPB uma bicicleta para as provas de pista, que lhe foi entregue em tempo para seu treinamento. A bicicleta foi importada da Itália, feita especialmente para o atleta.

João declarou que se sente desconfortável com a campanha criada pelos amigos no Facebook e já pediu que ela fosse retirada da rede social. O atleta, bem como toda Delegação Brasileira, tem acesso a alguns dos melhores equipamentos do mundo e recentemente fez aclimatação na cidade inglesa de Manchester, para se adaptar ao clima, fuso e alimentação da Inglaterra, além de estrutura de treinamento qualificada entre as melhores do planeta visando aos Jogos Paralímpicos de Londres 2012.

"Não me senti a vontade com a campanha. Tanto que em nenhum momento comentei sobre nada disso, nem divulguei a campanha em minha própria página do Facebook. Nunca achei e nem acho que o CPB tenha que comprar bicicletas pra mim. O apoio que recebo do CPB nesses últimos quatro anos já é enorme", diz o ciclista.

O CPB lamenta o ocorrido e por não ter sido procurado pela equipe de reportagem que apurou a notícia

Fonte:Time.