Wiggins não participa da disputa; Tony Martin favorito ao bicampeonato?

 
   


Faltando pouco menos de um mês para o Campeonato Mundial de Contrarrelógio, o britânico Bradley Wiggins informou nesta terça-feira (21), que não participará da disputa devido o excesso de compromissos e a necessidade de treinar mais para a competição.

O evento que acontece no próximo dia 19, em Limburgo, não contará com a presença de Wiggins, que acabou de conquistar a medalha olímpica no contrarrelógio. "Para mim, não é o mais importante de tudo que tenho até agora. Sou campeão olímpico, isso é o que todos querem ganhar. Desde então, tenho tido muitos compromissos e isso irá continuar nas próximas semanas, não serei capaz de treinar o suficiente para ganhar o ouro no Mundial de Contrarrelógio, então não vou disputar", afirmou ao jornal The Guardian.

Com a ausência de Wiggins, Tony Martin é o mais indicado à conquista. Apesar de ser o atual campeão da prova, o alemão ficou atrás Wiggins nos Jogos Olímpicos e contou com alguns problemas nos últimos tempos, como um acidente que sofreu enquanto treinava e o abandono no Tour de France, por conta de uma fratura no escafoide, que fez com que comprometesse seu resultado na olimpíadas. Martin ficou com a prata em Londres, mas quem sabe agora é a sua hora de voltar brilhar.

Wiggins é considerado um dos melhores ciclistas da temporada e vem demonstrando seu favoritismo ao longo do tempo, com os resultados da Paris-Nice, Tour de Romandie, Critérium du Dauphiné, Tour de France e do contrarrelógio em Londres. No entanto,não pretende terminar a temporada com um resultado negativo.

Fonte: Prologo